PortugueseEnglishSpanish
Loja Hm Rubber

Tipos de tintas: convencionais ou refletivas, qual utilizar?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

É essencial conhecer os tipos de tintas e suas usabilidades para a escolha da tinta correta. Visto que podem variar de acordo com o tipo de brilho (acetinado, fosco, semibrilho), premium ou econômico, e podem ser usadas para diferentes fins, como: ambientes internos ou externos, decorativos ou protetivos.

 

Substâncias que compõem a tinta

Resinas, pigmentos, solventes e aditivos são a composição básica das tintas, sendo distribuídos e formulados dependendo da utilização.

  • Resina

Dentre os componentes, a resina – não volátil, possui a função de agente aglutinante de pigmentos e cargas. Na formulação, age diretamente com solventes, pigmentos e aditivos a fim de obter a velocidade da reação adequada e o filme desejado.

Tipos de tintas, composição básica de tintas base água e base solvente – Adaptado Ikematsu (2007).

  • Pigmento

O pigmento é o principal agente que auxilia na cobertura e na formação da parte sólida da camada orgânica do filme. Esses sólidos possuem diferentes granulometrias, poder de dispersão e qualidade. 

O pigmento determina a cor da tinta, além da opacidade, resistência e outros efeitos – podendo influenciar na reologia, viscosidade e escoamento. Mas principalmente na durabilidade e propriedades físicas da tinta.

O pigmento branco de todos os outros é um dos mais importantes, sintéticos ou inorgânicos, sendo provenientes de materiais como titânio, zinco e entre outros elementos. Uma importante propriedade dessa coloração é seu potencial opacificante, verificado por duas propriedades: índice de refração (associado a estrutura cristalina) e o tamanho de película (controlada pela moagem). 

Apresentam alto valor de refletância à radiação visível em comparação aos pigmentos coloridos. A cor branco e a cor preto possuem propriedades refletivas distintas. O branco irá refletir a luz no espectro visível e infravermelho, enquanto o pigmento na cor preta irá absorvê-lo, aumentando a temperatura na superfície.

Algumas tintas utilizam pigmentos e cargas especiais, para aumentar as propriedades refletivas, estes pigmentos e cargas podem ser sintéticos ou inorgânicos, em geral de base cerâmica ou óxidos metálicos.

 

Diferenças entre tintas convencionais e refletivas

As tintas refletivas e convencionais, são tipos de tintas sujeitas a apresentar diferenças substanciais.  As tintas refletivas, apresentam características que as deixam suscetíveis à exposição solar e são concebidas com polímeros de alta resistência à radiação solar. Estes materiais apresentam grande variedades de monômeros, com propriedades variadas, porém a escolha sempre deve levar em conta a base de pigmentos, pois nas tintas refletivas o pigmento tem função decisiva para sua funcionalidade.

Melhoram significativamente a temperatura superficial das coberturas. O índice de refletância solar (SRI) é avaliado de acordo com o desempenho térmico de substratos, segundo a norma ASTM E1980, estimando e quantificando a relação entre o revestimento ensaiado, uma superfície plana preta (SRI=0) e um padrão de branco (SRI=100). 

A partir desta definição, materiais muito quentes tem valores negativos e materiais muito frios tem valores superiores a 100. 

 

O HM Refletech, é um produto desenvolvido pela HM Rubber, que une a boa aplicabilidade de uma tinta, com o desempenho da borracha líquida, com alta refletância solar (89%), este produto vem pronto para aplicar e apresenta ótima aderência a diversos substratos.

Você já conhecia um produto com tantos benefícios?  E para saber qual o tipo ideal para cada local conheça a nossa linha de produtos ou fale conosco.

 

Referência: Ikematsu, P., Estudo da Refletância e sua influência no comportamento térmico de tintas refletivas e convencionais de cores correspondentes, Dissertação de mestrado, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, dezembro, 2007. | Matos, M., Uma visão química das tintas imobiliárias e sua questão ambiental, trabalho de conclusão de curso, Curso Química Bacharelado, Universidade Federal de São João del-Rei, 2017.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe o seu comentário!