Indústria paranaense cria inovação em borracha líquida

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

imovel site

 

O conceito de impermeabilização HM Rubber é tendência do mercado imobiliário brasileiro, que vive um momento de busca por inovação e alta performance. A Revista Imóvel Magazine deu nota em sua coluna Curitibanices.

Leia a matéria abaixo:

 

Indústria paranaense é pioneira na fabricação de impermeabilizantes e revestimentos para a construção civil, desenvolvidos com borracha líquida e nanotecnologia. Localizada em Pinhais, a HM Rubber, está entre os principais destaques da Concrete Show South America, considerada maior feira da América Latina e a 2ª maior do mundo no segmento da construção civil mundial, que acontece de 24 a 26 de agosto em São Paulo.

85% dos problemas na construção civil podem estar relacionados à interferência da água nas estruturas de concreto e de ferro, o que em muitos casos compromete a saúde das edificações, por conta disso, o surgimento de novas tecnologias protetivas tem sido fundamental para alavancar o mercado no País.

“Nosso objetivo é oferecer soluções eficientes, que contribuam não só para elevar a qualidade e a performance das edificações como também reduzir custos, impactos ambientais e tempo de obra”, destaca Elcio Machado, gerente comercial da HM Rubber.

Como resultado de um esforço de inovação e avançadas pesquisas técnico-científicas a indústria lançou uma linha completa de impermeabilizantes e revestimentos anticorrosivos e termoacústicos de alto desempenho, pensados para atender o segmento industrial e comercial, residencial, infraestrutura, entre outros.

Capazes de serem aplicados na maioria dos substratos (metal, concreto, telhas de fibrocimento) os revestimentos foram testados e validados pelos principais institutos análise do Brasil, como o laboratório de análise Falcão Bauer e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

 

Sustentabilidade

Entre as soluções estão o HM Refletech Gold, uma tinta refletiva na cor branca, que vem sendo utilizada especialmente em estruturas metálicas de fábricas e galpões industriais. Ao refletir 89% dos raios solares, contribui para redução do consumo de energia elétrica com refrigeração dos ambientes, reduzindo a temperatura interna em 30% e 60% dos ruídos da chuva, gerando maior conforto térmico e acústico, além de impermeabilizar e evitar a corrosão.

Um estudo de 2012 por pesquisadores da Universidade Concordia incluiu variáveis semelhantes aos usados no estudo de Stanford (por exemplo, reação da nuvem) e estima que a implantação mundial de telhados frios e pavimentos em cidades geraria um efeito de resfriamento global, equivalente à compensação até 150 gigatoneladas de emissões de dióxido de carbono – o suficiente para tirar todos os carros no mundo fora da estrada por 50 anos.

Com isso, cidades com mais telhados brancos sofreriam menos com as ilhas de calor. Além disso, a temperatura interna também diminui e, assim, os ambientes exigem menos ar condicionado o que reduz o consumo de energia e as emissões de CO2. Um telhado branco de 100 m² compensa cerca de 10 toneladas de gás carbônico, o equivalente à emissão anual de uma típica casa americana, de acordo com o movimento One Degree Less.

Outra solução inovadora é o impermeabilizante HM Impertech Gold, que foi desenvolvido para solucionar diversos problemas construtivos, oferecendo maior resistência à água do que outros revestimentos, bem como à tração, com valores acima de 300 kg/cm² – isso equivale a 0,70 Mpa.

Em uma laje com superfície lisa, sem protuberâncias e com 2,4 kg/m² , a vida útil de projeto do HM Impertech Gold é de 20 anos exposto. Ele possui resistência superior à exigida pela Norma de Desempenho (ABNT NBR 15.575), uma vez que seus resultados foram também comprovados em pressão negativa e o requisito NBR 11.905/92 é estanque – até uma pressão de 0,25 Mpa e alongamento superior a 400%.

Formado por borracha modificada e silicato lamelar (tipo de argila) – que cria uma espécie de labirinto dentro da solução líquida, dificultando a passagem da água – o produto proporciona uma excelente aderência a diversos tipos de substratos ( incluindo metal, concreto, telhas, madeira, entre outros) e pode ser utilizado em lajes, coberturas, muretas, vedações, pisos, fachadas, piscinas, entre outras estruturas.

A questão estética é também um dos diferenciais do HM Impertech Gold que oferece diversas cores de pigmento e fórmula que age retardando os efeitos do envelhecimento e do intemperismo.

Possui cura rápida de até 12 horas, dependendo das condições climáticas, formando uma camada monolítica, sem emendas e permitindo ao instalador estender a garantia, com baixo custo de instalação.

 

Fonte: http://www.imovelmagazine.com.br/revista/materia/industria-paranaense-cria-inovacao-em-borracha-liquida

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe o seu comentário!